quinta-feira, 8 de abril de 2010

LUTO - Não aprendi a dizer adeus, mas tenho que aceitar


O amor que senti, os momentos que você proporcionou sao algo além dessa vida. O amor incondicional que nos uniu e ainda nos une foram além do que a matéria poderia guardar na memória. Porque o seu amor me faz feliz.
Quando tinha 9 anos vc veio aos meu braços tão peuqenino. Tinha um péssimo humor, era tão lindo!!!
Ficava me esperando chegar do colégio na porta, tinha uma largatixa de plástico de estimação, me defendia quando alguem vinha pra cima de mim. Era tão destemido para defender quem amava que mais parecia um pitbull. Tinha um ciume absurdo de mim, mordia quem chegava e me agrrava muito. Até brigou comigo qdo entrei na casa do cachorro da frente.

Quando vc veio até mim, eu era uma criança assustada com poucos amigos na escola. Eu sempre pedia a minha mãe um cachorrinho pra compartilhar minhas aventuras. Queria um pra abraçar o tempo todo. Seu nome ia ser Spike, mas por alguma razao qdo olhei pra vc, merecia um nome diferente. No mesmo instante eu te dei o seu nome: DROUPPY.
Você troxe felicidade.
Quando vc ia ao vet eu ia la segurar sua patinha.
Quando vc caiu da escada, assei noites seguidas acordada tomando conta pra naum laber o curativo, pq vc era novinho e levado.
Nunca vou esquecer quando apoiei no sofá a bandeja de rabanadas no natal, jantamso e qdo nos demos conta que havíamos esquecido, vc estava deitado no sofa comendo a penultima rabanada da bandeja toda.
Nunca vo uesquecer que provei Frolic quando era criança pra ver se vc ia gostar antes de comprar.


Os momentos de felicidade que vc me doou são unicos. Cuidar de um cachorro é além do veterinário, banho, comida remédio. É este amor incondicional, irracional. Alfo que domina vc, que faz parte do seu eu, do seu coração. Posso falar meu amor. Hoje, enquanto estava nos meus braços e te vi partir, veio um flashback gigante. Você deixa muitas saudades. Minhas lágrimas agora são de uma saudade que sufoca meu peito, que deixa muitas saudades. Te carregarei sempre comigo, por todos os dias. Ver vc ir nos meus braços, com mto amor, foi dificil. Mas tava na hora tinha que deixar você ir.


DROUPPY EU AMO VC, SAUDADES MUITAS SAUDADES não sei o que fazer sem vc...


Pelo jeito amigas.... sem foto do vestido de noiva com meu cachorro =( to triste

2 comentários:

Ju disse...

Puuuxa querida... sei como é a perda de amigo querido... no casa era minha amiga querida. Mas força viu?? Pensa que ele estará lá em cima olhando e orando por vc ;)

bjinhos

8 de abril de 2010 19:16
Silvia disse...

Só para deixar um beijo e um abraço!

8 de abril de 2010 23:26

Postar um comentário

 

©2009Intimo Feminino | by TNB